Comida - Tendências para 2016

Com o nascer de um novo ano, surgem as previsões para as tendências  de comida para 2016. E assim sendo,  procuramos de alto a baixo (TechnomicBaum+WhitemanRestaurant.orgThe Food PeopleBuzzFeedCNBC) as tendências que vão definir o que estará nas nossas cozinhas e nos nossos pratos em 2016. Abaixo podem encontrar uma lista de destaques para cada categoria. Alguém tem palpites?

COZINHA MUNDIAL

Sabores e pratos africanos
Comida étnica autêntica
Cozinha de fusão étnica
Sabores da América Latina
Sabores do Médio Oriente

Este ano, todos os olhos se viram para o continente-mãe, África. Os seus pratos e os seus sabores estarão na mente de chefs de todo o mundo, que procuram nas raízes desta cozinha eclética e bem condimentada a inspiração para enfrentar o novo ano. Naturalmente, haverá um forte interesse na cozinha étnica, que será apresentada tanto na sua forma mais genuína, como numa abordagem de fusão com outros estilos.

comida - tendências para 2016

VEGETAIS & FRUTAS

Algas 
Frutos exóticos
Maçãs autóctones 
Ervas aromáticas incomuns (ex. cerefólio, porophyllum)
Super frutos (ex. açaí)
Entradas vegetarianas
Vegetais de origem local
Vegetais biológicos

Será que 2016 vai ser o ano da alga? É provável que esta deliciosa planta aquática salte dos restaurantes de sushi para as nossas bolachas, pipocas, batidos, saladas, e muito mais. Por outro lado, enquanto que os frutos exóticos continuam a invadir o mundo, as variedades autóctones começam a ganhar destaque, e este ano a feliz contemplada poderá ser a maçã. Os nossos frascos de ervas de tempero deverão levar novos rótulos, e enquanto isso, os restaurantes preparam novas ementas que contemplem entradas vegetarianas.

comida - tendências para 2016

CARNE, PEIXE & MARISCO

Novos cortes de carne
Corte de carne artesanal
Salsichas artesanais / caseiras
Bacon artesanal / de especialidade
Charcutaria artesanal
Charcutaria de peixe / marisco
Street food em forma de prato principal
Poke
Marisco/peixe sustentável
Porcos e aves criados ao ar livre
Carne de novilho alimentado a pasto
Carne e peixe/marisco de origem local

Este ano vamos pedir ao talhante novos cortes de carne, e quais designers de alta costura, viajaremos para além do bife do lombo e da alcatra. Poderemos vir a ver o “bife dos bofes” (tradução livre para onglet, ou hanger steak, derivada do diafragma do boi) ou o bife bavette nas nossas ementas. Por outro lado, no artesanal é que está o ganho, pelo menos no que toca à charcutaria: o industrial é algo do passado. O Poke, uma salada de peixe havaiana, poderá vir a ser o próximo sashimi ou tártaro de peixe. E em sintonia com as crescentes preocupações mundiais quanto ao paradigma alimentar, a origem e qualidade das carnes e peixes que consumimos é cada vez mais relevante.

comida - tendências para 2016

HIDRATOS DE CARBONO

Vegetais em pickle
Grãos ancestrais
Grãos e sementes com alto teor proteico 
Arroz negro
Quinoa
Farro
Noodles asiáticos
Noodles de origem alternativa (ex.arroz, quinoa)

A fuga ao trigo continua a ser o mote, e 2016 poderá ver novos grãos e sementes a ganhar destaque. A quinoa continuará a ser rainha e senhora, mas os grãos ancestrais, como a espelta, amaranto, farro, painço, kamut e o trigo einkorn já começam a fazer parte do nosso pão. Mas também na massa se poderão observar mudanças, e a loucura dos noodles atinge novos patamares, numa procura por opções mais equilibradas, produzidas por exemplo, com arroz ou quinoa.

comida - tendências para 2016

OUTROS INGREDIENTES

Óleo de abacate
Óleo de côco
Curcuma
Condimentos étnicos
Misturas de condimentos caseiras
Queijos artesanais
Queijos étnicos (ex. halloumi, labneh)
Farinhas étnicas (ex. cassava, teff)
Vinagres artesanais
Geleias salgadas (ex. geleia de malagueta)

Espelho meu, espelho meu, haverá óleo mais saudável do que eu? Bem, este ano está lançado o debate, e já há dois novos concorrentes, o óleo de abacate e o óleo de côco. Noutras andanças, vemos um interesse acrescido em novas variedades de condimentos, com proveniências profundamente étnicas, e as suas misturas. A procura pelo produto étnico não fica por aqui, e as atenções passam também pelos queijos e farinhas com estas origens.

comida - tendências para 2016

SOBREMESAS

Gelados artesanais
Mini sobremesas
Sobremesas salgadas
Sobremesas com ingredientes fumados
Sobremesas híbridas 

No mundo dos doces, procuram-se novos heróis. A mania dos gelados artesanais parece ter vindo para ficar, contudo, os híbridos (quem não ouviu falar do cronut) e as miniaturas, bem como uma prole mutante do doce, que agora é também salgada e fumada, poderão começar a andar à solta.

comida - tendências para 2016

BEBIDAS ALCOÓLICAS

Cervejas e bebidas brancas artesanais
Cerveja caseira
Bebidas envelhecidas em barril
Cocktails comestíveis
Cocktails culinários
Cocktails à base de cerveja
Bebidas não tradicionais (cachaça, soju)
Bebidas alcoólicas (vodka, whiskey) infundidas 

Em 2016, a cerveja artesanal vai continuar a conquistar as manchetes. Aliás, a cerveja até vai começar a invadir os cocktails. Este ano talvez fervilhem também os cocktails comestíveis e os cocktails culinários, inspirados em pratos e técnicas culinárias, e incorporando ingredientes como ervas aromáticas, vegetais e frutos. E tudo o que puder se envelhecido em barril, vai já para o casco.

comida - tendências para 2016

BEBIDAS NÃO ALCOÓLICAS

Café artesanal
Limonada gourmet
Chá gelado de especialidade (ex. matcha)
Cocktails sem álcool (Mocktails)
Refrigerantes caseiros
Água de côco
Água com frutos

Sim, pelos vistos vamos mesmo esquecer a nossa máquina Nespresso e virar-nos para o café feito à mão (quase literalmente). Os restaurantes irão finalmente aprender a fazer limonadas, e os chás gelados exóticos vão adoçar o nosso paladar. Os cocktails sem álcool farão as delícias de graúdos e sofisticados miúdos, e há uma forte probabilidade de alguém inventar a próxima coca-cola.

comida - tendências para 2016

MÉTODOS DE PREPARAÇÃO

Pickles
Fumados
Fermentação
Queimar
Sous vide

Este ano vamos experimentar técnicas novas, como fazer pickles ou fermentação (ex. kimchi), bem como técnicas que utilizem fumo, quer da forma mais tradicional (ex. charcutaria), quer de novas formas, como cocktails com gelo fumado, ou sobremesas fumadas.

comida - tendências para 2016

ORIGENS & HÁBITOS

Produção local
Sustentabilidade ambiental
Redução do desperdício alimentar
Aproveitamento de partes menos usadas (ex. raízes, orgãos)
Comida "humilde"
Entregas (delivery) de comida a casa (ex. Uber)

A preocupação com o modo de produção dos alimentos está bem presente na agenda. Os consumidores e a restauração procuram produtos produzidos de forma sustentável, biológica e a nível local. Também nesta onda de pensamento, a redução do desperdício alimentar, o aproveitamento de partes pouco utilizadas (como por exemplo, os caules e raízes desperdiçados em vários vegetais) e a inspiração em pratos humildes e simples serão pontos de destaque.

comida - tendências para 2016
Referências
- 11 Hottest Food & Beverage Dining Trends in Restaurants and Hotels 2016, Baum Whiteman, http://www.baumwhiteman.com/2016Trends.pdf- Food Trends 2016-2017, The Food People, http://thefoodpeople.co.uk/infographics/food-beverage-trends-2016-17- What’s Hot - 2016 Culinary Forecast, National Restaurant Association, http://www.restaurant.org/Downloads/PDFs/News-Research/WhatsHot2016- Seaweed is the New Kale: 11 Hot Food Trends for 2016, CNBC, http://www.cnbc.com/2015/12/21/seaweed-is-the-new-kale-11-hot-food-trends-for-2016.html 
- Technomic’s Top 10 Menus Trends of 2016, Technomic, http://www.restaurantbusinessonline.com/ideas/consumer-trends/video-technomics-top-10-menu-trends-2016
- These Are Going To Be The 16 Biggest Food Trends In 2016, According To Pinterest, BuzzFeed, http://www.buzzfeed.com/lindsayhunt/crystal-pinterest-ball#.lfDMJBjJa
Créditos
Fotografia "Spices of Egypt" por EmsiProduction proveniente de Flickr, disponível sob uma licença Creative Commons Attribution 2.0 Generic License. Link

Related / Relacionado

7 replies on “Comida – Tendências para 2016

Deixar uma resposta