Manual de Cozinha da Infanta D. Maria de Portugal
Manual de Cozinha Infanta D. Maria
Manual de Cozinha Infanta D Maria

E-BOOK

MANUAL DE COZINHA DA INFANTA D. MARIA

Anónimo

O “Livro de Cozinha da Infanta D. Maria de Portugal” é o mais antigo manuscrito de cozinha em português até agora conhecido.

Filha do infante D. Duarte e neta do rei D. Manuel I, a Infanta D. Maria de Portugal (1538 – 1577) casou com Alexandre Farnese, Duque de Parma e Piacenza em 1565. Ao deixar Portugal, a Infanta D. Maria terá levado consigo uma série de pertences, no qual se incluía um manuscrito de cozinha com 73 folhas, encadernado em carneira.

Também conhecido como “Códice Português 1. e 33. da Biblioteca Nacional de Nápoles”, este códice encontra-se hoje guardado na Biblioteca Nacional de Nápoles junto de outros manuscritos portugueses da biblioteca pessoal da Infanta.

Desconhecem-se os autores deste manuscrito culinário, mas sabe-se que reúne a caligrafia de várias mãos, e que terá sido transcrito entre o final do século XV e o início do século XVI. Acredita-se que terá tido origem como uma compilação de receitas do seio familiar da Infanta D. Maria, e será por isso um reflexo da alimentação da alta aristocracia portuguesa dessa época.

O livro de cozinha reúne 67 receitas que se expandem ao longo de quatro cadernos: “Caderno dos Manjares da Carne”, “Caderno dos Manjares de Leite”, “Caderno dos Manjares de Ovos” e “Caderno das Cousas de Conservas”, mas inclui também receitas de foro medicinal e outras.

Nestas receitas está patente o cariz medieval da cozinha portuguesa da época, onde se elaboram vários pratos de carne, aves e caça, mas também de peixe, ovos, leite, frutas, sobremesas e conservas. Destaca-se a prevalência do uso do açúcar e das especiarias, que à data ainda eram um bem escasso e luxuoso.

Das múltiplas receitas, podemos observar a influência árabe nas “almojávenas” e nas “alféloas”, encontrar a primeira receita com lampreia — que é a única receita de “peixe” — o ciclóstomo dos reis (“receita da lampreia”), e até mesmo a que se propõe ser a receita mais antiga dos pastéis de nata (“pastéis de leite”).

Com esta edição do Livro de Cozinha da Infanta D. Maria, pretendemos dar a conhecer uma interpretação original deste manuscrito medieval, adaptada à linguagem moderna mas respeitando os pesos, ingredientes e técnicas de cozinha originais.

Preço

4,99 €

Inclui IVA à taxa legal

Detalhes

Formato: E-book | E-PUB + PDF

Páginas: 61

Língua: Português

Editora: Amass. Cook.

Colecção: História da Gastronomia Portuguesa